Como contratar um arquiteto: O que você precisa saber

- Publicado em Deixe um comentário

Está pensando em contratar um arquiteto? Nós te contamos tudo sobre esse profissional e como os serviços dele podem te ajudar na obra. Pular para o artigo

Como contratar um arquiteto

Se você está pensando em iniciar o projeto da sua nova casa, repaginar a sua empresa ou fazer algo diferente na sua sala, cozinha, quarto ou área externa, você já deve ter cogitado contratar os serviços de um arquiteto. 

Os profissionais de arquitetura trabalham em diversos tipos de projetos e podem deixar qualquer ambiente mais bonito e funcional, ou seja, melhor para se viver.

No artigo de hoje, contamos tudo que você precisa saber antes de contratar um arquiteto. Com essas dicas, você vai acertar na escolha do profissional e conseguir alinhar melhor as suas expectativas com os serviços oferecidos.

O que faz um arquiteto?

Um arquiteto projeta espaços para o uso das pessoas, prezando pelo conforto e bem-estar. As escolhas do arquiteto devem sempre priorizar as necessidades dos que irão interagir com o ambiente.

O arquiteto desenha plantas, escolhe os materiais, planeja o conforto térmico e acústico do espaço, as instalações hidráulicas e elétricas e a melhor iluminação. Ele também acompanha o andamento da obra, para se certificar de que tudo está saindo conforme o planejado.

O que faz um arquiteto?
O que faz um arquiteto?

O trabalho de arquitetos e urbanistas está em todo lugar: hospitais, escolas, condomínios, edifícios comerciais, escritórios e em diversas casas.

Você pode contar com os serviços de um arquiteto antes mesmo de ter um imóvel. Se você está pensando em adquirir um local para morar ou trabalhar e já tem várias ideias na cabeça, o arquiteto pode te dizer se o imóvel é o ideal para pôr as suas ideias em prática.

Contratar ou não um arquiteto?

Muitas vezes encarado como um serviço de alto custo, a contratação de um arquiteto apresenta um ótimo custo-benefício, pois o valor varia entre 5% e 15% do total gasto na obra. Sem o trabalho desse profissional, a taxa de desperdício pode chegar a 30%.

Ao construir ou reformar um ambiente, é comum que nós estejamos cheios de ideias e bate aquela vontade de fazer tudo do nosso jeito. Atualmente, a internet está cheia de conteúdo para nos inspirar.

Mas nós vamos te dar alguns motivos para repassar todas essas ideias para o arquiteto, para que ele adicione todo o seu conhecimento e experiência, chegando a resultados mais satisfatórios.

Arquitetos conhecem os produtos e materiais certos

Arquitetos conhecem os produtos e materiais certos
Arquitetos conhecem os produtos e materiais certos

Toda construção se desgasta com o tempo e necessita de manutenção. Mas para que o desgaste do local seja minimizado, é preciso escolher materiais de qualidade, levando em consideração as condições de cada imóvel. Uma parede com mais umidade pode demandar produtos diferentes daquela cuja incidência de sol é maior. O arquiteto vai saber escolher o produto certo.

Conhecem as melhores lojas do setor

Conhecer as lojas não quer dizer apenas saber quais são os produtos ofertados ou os melhores preços praticados, mas principalmente conhecer a procedência dos itens. Este é outro fator que vai influenciar diretamente na qualidade e longevidade da sua obra.

Conhecem os melhores profissionais

Mesmo se você nunca contratou serviços de mão-de-obra para uma construção ou reforma, sabe que pode ser um desafio encontrar profissionais que façam o serviço do jeito que você quer, ainda mais para trabalhos que exigem muito cuidado, como a colação de gesso e piso, por exemplo.

Arquitetos com experiência no mercado já possuem uma equipe parceira de prestadores de serviço de confiança. Assim, os riscos de erros e retrabalho são minimizados e você não precisa ter a dor de cabeça de procurar e contratar esses profissionais individualmente.

Gerenciam toda a obra e evitam atrasos

Para que uma obra seja entregue dentro do prazo estipulado, é preciso que as várias etapas do projeto sejam realizadas conforme o combinado. O arquiteto vai determinar os prazos e registrá-los em contrato.

Assim, você tem mais segurança sobre a data em que o imóvel estará pronto. 
Novamente, se você optar por contratar diversos profissionais para a sua obra individualmente, precisará lidar com os possíveis atrasos de cada um deles.

Arquitetos gerenciam as obras
Arquitetos gerenciam as obras

O arquiteto vai gerenciar toda a equipe responsável pela obra.

Criam projetos em 3D

As suas ideias podem ficar um pouco diferentes quando colocadas em prática. Nesse sentido, a tecnologia ajuda muito para aproximar as ideias da realidade. Os projetos em 3D possibilitam a realização de possíveis mudanças antes do início da obra e evitam frustrações.

Projeto de arquitetura em 3D
Projeto de arquitetura em 3D

Projetos de arquitetos valorizam a revenda do imóvel

Revender ou alugar o imóvel pode não ser a sua intenção no início, mas diversas situações, como a mudança para uma outra cidade, podem fazer com que você não habite mais o local no futuro.

Seja residencial ou para trabalho, um ambiente pensado por um arquiteto é muito mais valorizado para venda ou locação.

Esses profissionais estão atentos às tendências de mercado e além de encontrar soluções para as suas necessidades, eles irão utilizar materiais e técnicas consolidadas e bem aceitas na área.

Se pelo contrário, você não possui muitas ideias inicialmente, o arquiteto pode te fornecer opções para que o ambiente esteja de acordo com as necessidades de quem vai utilizá-lo e reflita a personalidade desejada.

Projetos de arquitetos valorizam a venda do imóvel
Projetos de arquitetos valorizam a venda do imóvel

Sem contar que o arquiteto pode ser a palavra apaziguadora na discussão do casal sobre qual o melhor porcelanato ou que cor cai melhor em determinada parede. 

Como encontrar o profissional ideal

As faculdades de arquitetura Brasil afora estão sempre com as turmas cheias, assim, há uma grande quantidade de profissionais de arquitetura no mercado. 

E em meio a tantas opções, qual profissional escolher? 

Veja alguns pontos para você considerar antes da escolha.

Procure arquitetos pela especialidade

Arquitetos e urbanistas participam de muitos tipos de projetos. Eles planejam condomínios e até cidades inteiras, mas se você quer renovar algumas peças na sua casa, procure profissionais com experiência em ambientes residenciais.

Visite o site e as redes sociais dos profissionais para conhecer o seu portfólio e a qualidade dos trabalhos que ele já realizou.

Se o arquiteto é especializado em ambientes corporativos, ele pode não ser o melhor profissional para o projeto da sua casa.

Projeto de arquitetura
Projeto de arquitetura

Através do portfólio, você também pode verificar se o profissional está acostumado e gosta de trabalhar com o orçamento que você dispõe. Por exemplo: se você quer pagar R$ 100 mil pelos serviços prestados e compra dos materiais, não é indicado contratar um arquiteto que costuma trabalhar com orçamentos de R$ 400 mil.

Pesquisas assim pouparão o seu tempo e o do profissional.

Peça indicações

Além de todo o conhecimento que o arquiteto tem para deixar o seu novo ambiente perfeito, você deve levar em consideração que a sua relação com o arquiteto durante a obra vai ser bem próxima.

Procure alguém que tenha uma boa comunicação com seus clientes e preste a devida assistência. Converse com amigos e conhecidos que já utilizaram serviços de arquitetura e compreenda se a dinâmica de trabalho agradou a eles.

Um profissional que não te atualiza sobre a obra ou toma decisões sem te consultar, pode ser uma grande dor de cabeça.

Você também pode buscar avaliações e comentários na internet sobre os profissionais.

MAS ATENÇÃO!

O arquiteto vai ser um parceiro muito presente na concepção do seu novo ambiente, mas nem por isso você deve enviar mensagens constantemente no período da noite e fins de semana.

Respeite os horários combinados e o período de obra vai ser mais tranquilo para todos os envolvidos.

Verifique os fornecedores

Pergunte ao arquiteto quais fornecedores de materiais ele utiliza em seus trabalhos. Com essa informação, faça pesquisas sobre as empresas.

Você pode já ter tido alguma experiência negativa com os fornecedores ou não gostar das avaliações encontradas na internet. Neste caso, converse abertamente com o arquiteto sobre a possibilidade de mudança nos fornecedores.

Fornecedores de material de construção
Fornecedores de material de construção

Este é um cuidado muito importante a se tomar, visto que a qualidade dos materiais vai impactar diretamente na durabilidade das soluções escolhidas.

Faça perguntas 

Mesmo lendo esse artigo super completo, você pode ficar com algumas dúvidas sobre os serviços e a dinâmica de trabalho do arquiteto. Então pergunte sobre tudo.

Nenhuma pergunta é boba demais!

Você irá pagar pelo serviço contratado e deve entender todos os detalhes e pelo que exatamente está pagando.

Tenha uma conversa aberta com o arquiteto e exponha todas as suas ideias e referências.

Aproveite essa conversa para verificar se o arquiteto possui um registro válido no Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU). Todos os profissionais da área devem possuir esse registro para assumir a responsabilidade técnica da sua obra.

O CAU também presta um serviço online para você encontrar arquitetos certificados perto de você. Basta acessar o site e preencher as informações.

O combinado não sai caro

Na verdade, o documentado e assinado em contrato não sai caro.

Ao contratar um arquiteto, ele deve apresentar um documento com uma proposta de serviço, deixando claro o que será feito, como será feito, qual o valor e as datas de entregas de cada etapa. O documento ainda deve especificar quantas visitas serão realizadas ao longo da obra.

A partir da conformidade das partes, é preciso assinar um contrato devidamente registrado.

Documente o projeto

Além do contrato, é muito importante que o projeto também seja documentado.

Durante a elaboração do projeto, é essencial que você exponha as suas necessidades para o arquiteto e que ele apresente as soluções e alternativas para os seus pedidos.

As soluções finais devem ser registradas por escrito e a partir daí, ambas as partes assumem o compromisso de cumprir o que foi definido.

Os itens contemplados em um projeto dependem muito do tipo de obra que será realizada, mas os pontos gerais são: modelos e quantidades de materiais a serem utilizados;

maquetes; como serão as janelas, portas, pisos, revestimentos de paredes, telhado ou laje, cores das paredes, acabamentos de elétrica e hidráulica.

Discuta o projeto

Um projeto viável e que não vai te deixar com aquela sensação de “poderia ter sido melhor” só é possível depois de muita discussão.

Veja alguns pontos importantes para conversar com o seu arquiteto!

Prioridades

Comece pensando no que é mais importante naquele projeto para você. Se o ambiente será ocupado por outras pessoas, é indicado que elas também opinem para definir as necessidades.

Você pode querer a integração da sala com a sacada e um projeto de paisagismo para o jardim, mas dependendo do orçamento, alguma destas ideias pode ficar de fora.

Compartilhe essas ideias com o arquiteto, com a sua experiência e conhecimento, pode ser que ele otimize o custo e o tamanho dos dois ambientes e consiga viabilizar ambos os pedidos.

Projeto de arquitetura em execução
Projeto de arquitetura em execução

Orçamento

O orçamento para uma construção ou reforma deve ser definido muito antes do início do projeto, pois assim, é possível controlar os gastos ou mexer nas economias para levantar o valor estimado.

Exponha o seu orçamento para o arquiteto, assim, em conjunto com as prioridades que foram definidas, é mais fácil saber o que realmente pode ser colocado em prática.

Um fator muito importante para definir o orçamento da obra é considerar quanto você possui para pagar os serviços do próprio arquiteto. Se você nunca contratou esse tipo de serviço anteriormente e não possui uma base, você pode consultar as tabelas de honorários de serviços de arquitetura e urbanismo fornecidas pelo CAU.

Considere todos os seus desejos

Aquele mármore que você sempre quis ou quem sabe uma obra de arte na sala…

Essas podem não ser as suas prioridades, mas são elementos que conferem um toque especial ao ambiente.

Fale desses seus desejos para o arquiteto. Quem sabe não sobra uma verba no orçamento para você concretizar esses sonhos.

O ambiente que você sempre quis. Só que ainda melhor!

Ao contratar o arquiteto certo para o seu projeto e estabelecer uma dinâmica de trabalho eficiente, na qual você expõe as suas ideias e o profissional utiliza todo o seu know-how para encontrar as melhores soluções, o resultado sempre será positivo.

Ainda melhor: será surpreendente!

Escolha um profissional com know-how
Escolha um profissional com know-how

Os arquitetos estudaram anos para executar o seu ofício e para os que possuem experiência, o leque de alternativas para as suas demandas será ainda maior.

Se as suas ideias e desejos são colocados em prática pelos melhores profissionais e com os melhores materiais, o seu ambiente dos sonhos pode se tornar realidade.

Quando você vê os empreendimentos Incorposul, tanto por fora quanto por dentro, lindos, funcionais e repletos de comodidades, pode ter certeza que arquitetos muito competentes fizeram um trabalho incrível por ali.

Imagem destaque – IPOG

Compartilhe a sua opinião com a gente!