O Guia Completo sobre o que fazer em Joinville com + de 50 dicas

- Publicado em 6 comentários

Sendo assim, se está à procura de boas sugestões sobre o que fazer em Joinville, confira a lista que preparamos e explore os potenciais da cidade. Pular para o artigo

O que fazer em Joinville

Afinal, você sabe o que o maior município de Santa Catarina tem a oferecer quando o assunto é lazer, cultura, diversão e qualidade de vida?

Mesmo sendo uma cidade com forte vocação industrial, não é só isso que Joinville oferece.

Mas, antes de continuarmos, espere!! 🤔

A fim de oferecer uma excelente experiência de leitura para você, nós preparamos um índice com todos os tópicos do artigo.

Assim, você pode navegar pelos tópicos que mais lhe interessam, ok?

E aqui vai uma dica, conforme você clicar nos links, ele vai marcar o que você já leu, legal, né? Então, boa leitura!

Índice do conteúdo:

Um pouco sobre Joinville

Embora concentre grandes empresas, a Cidade dos Príncipes, das Bicicletas, das Flores e da Dança tem muito mais a oferecer do que boas oportunidades de trabalho, você sabia?

A região é perfeita para quem ama a natureza, o mar, a montanha, gosta de praticar esportes e passear ao ar livre ou aprecia museus, exposições, cultura, compras, vida noturna e boa gastronomia.

Sendo assim, crianças, jovens, adultos e idosos – sejam quais forem as exigências e as preferências – têm sempre um lugar “sob medida” para cada um.

Enfim… fique com a gente e descubra o que fazer em Joinville!

Joinville, a cidade de múltiplas opções

Foto noturna de Joinville
Foto noturna de Joinville – Foto: Conta Azul

Joinville está localizada perto da serra e também do litoral, portanto a cidade é multifacetada.

Sendo assim, de um lado, a brisa do mar. Do outro lado, campo e montanhas.

A cidade famosa por suas cucas (um bolo tradicional da cozinha germânica) e pela culinária típica, como o marreco recheado com repolho roxo, também tem outros atrativos.

  • Quer conhecer propriedades rurais e famílias que mantêm tradições e costumes herdados de imigrantes alemães, suíços e italianos, além de comprar produtos coloniais fresquinhos? Aqui é possível!
  • Vida noturna, cervejarias, cafés coloniais e gastronomia internacional? Certamente, temos!
  • Rios, cachoeiras, trilhas, pesque-pague, parques aquáticos, recantos e muito verde? Com toda a certeza!
  • É brisa vinda do litoral e frutos do mar o que você procura? Está no lugar certo.
  • Pontos turísticos de encher os olhos, museus, o maior Festival de Dança do mundo, a mais antiga Festa das Flores do país e a única Escola do Teatro Bolshoi fora da Rússia? Sim, é aqui mesmo!
  • E sabe onde fica o Instituto Internacional Juarez Machado? Em Joinville, é óbvio!

Está esperando o que para conhecer Joinville bem de pertinho?

De fato, atrativos não faltam para quem mora ou visita o Norte catarinense.

Se você ainda não tinha prestado atenção no potencial turístico e de lazer da cidade, aproveite a chance e escolha as opções que mais combinam com seu estilo de vida.

Nós, da Incorposul, nos orgulhamos de ajudar a construir uma Joinville cada vez melhor e de poder compartilhar com você tanta coisa bacana.

Sendo assim, embarque nessa com a gente, confira as dicas que preparamos e bom passeio.

Desfrute cada descoberta!

O que fazer em Joinville perto da natureza

O que fazer em Joinville perto da natureza
O que fazer em Joinville perto da natureza – Foto: Prefeitura de Joinville

Ar puro e muito verde. Se você é daqueles que não abre mão, como por exemplo de:

  • Respirar ar puro
  • Fazer piqueniques
  • Praticar esporte e atividades físicas ao ar livre
  • Ensinar aos filhos o respeito e amor à natureza
  • Passear com seu pet
  • Visitar parques e áreas verdes em busca de paz, contemplação e relaxamento

Preste atenção nas sugestões a seguir e saiba o que fazer em Joinville perto da natureza.

Parque Zoobotânico

Parque Zoobotânico
Parque Zoobotânico – Foto: MyRotas

Com uma uma área de mata atlântica com 17 mil metros quadrados, o Parque Zoobotânico fica na base do Morro da Boa Vista.

Uma trilha ao redor do lago permite que os visitantes apreciem a paisagem e os inúmeros viveiros com aves, répteis e mamíferos.

Além, dos amplos gramados ideais para piqueniques e dos quiosques disponíveis no local, o Zoobotânico conta com playground para as crianças e uma academia de ginástica ao ar livre, que pode ser utilizada gratuitamente.

O local fica aberto das 7h às 19 horas, o Zoobotânico fica na rua Pastor Guilherme Rau, 462, no bairro Saguaçu.

E o melhor de tudo, a entrada é gratuita, portanto, aproveite!

Mirante de Joinville no Morro da Boa Vista

Mirante de Joinville
Mirante de Joinville – Foto: Hotel Bavarium

Vista do alto, Joinville pode ser ainda mais encantadora, então, aprecie a vista!

Para quem quiser conhecer a cidade sob todos os ângulos, a dica é subir o Morro da Boa Vista até o Mirante.

Afinal, o visual é impressionante.

Para curtir cada detalhe, muitos visitantes fazem a jornada a pé até o topo.

A caminhada dura cerca de 45 minutos. Embora, ciclistas e grupos de corrida também utilizam o local para treinos.

O trecho de 2,3 quilômetros é pavimentado e iluminado, sendo assim, torna a visitação possível até as 22 horas. Mas vale lembrar: a subida é íngreme.

Outra opção é fazer o trajeto de ônibus (carros são proibidos no local, com exceção de táxis para pessoas com deficiência).

Há linhas de ônibus que saem do Terminal Central, passam pelo Zoobotânico e levam os visitantes até o Mirante.

A viagem dura cerca de 10 minutos.

Ao chegar no Mirante, ainda assim, os visitantes podem utilizar uma escadaria ou o elevador, para acessar o ponto mais alto da estrutura.

O Mirante de Joinville fica no final da rua Pastor Guilherme Rau, no bairro Saguaçu. Além disso, a entrada é gratuita.

Parque Expoville

Parque Expoville
Parque Expoville – Foto: Ellerim Viajante

A diversão em família está garantida no Parque Expoville.

Considerado um dos mais importantes Centros de Convenções e Eventos do Sul do país para a realização de congressos, feiras, exposições, shows e formaturas.

Contudo, o local conta com ampla área ao ar livre e, nos finais de semana, torna-se um dos pontos de encontro favoritos na cidade.

Enfim, o espaço para relaxar e fazer piqueniques à beira do lago, é bem bacana!

Ainda assim, é possível andar de bicicleta, skate, patins, correr, soltar pipa e curtir outras brincadeiras com a criançada.

Além disso, o Parque Expoville oferece atividades recreativas e infantis, como brinquedos infláveis, cama elástica, tobogã e espaço pet.

A entrada é gratuita, com estacionamento pago. No entanto, algumas recreações têm custo.

O Parque Expoville fica na rua 15 de novembro, 4.315, no bairro Glória, às margens da BR-101.

Serra Dona Francisca

Serra Dona Francisca
Serra Dona Francisca – Foto: Casal Parceiro

A Serra Dona Francisca é uma opção de passeio que enche os olhos, afinal, a vegetação encanta à todos!

O traçado original foi aberto em 1858 por imigrantes que precisavam transportar seus produtos das cidades do interior até Joinville e o litoral catarinense.

A estrada, hoje parte da SC-301, liga Joinville a Campo Alegre, São Bento do Sul e Mafra, no planalto serrano.

Com belas paisagens em meio à mata atlântica, vale a pena dar uma parada no Mirante da Serra, afinal vale a pena apreciar o visual.

Antes de iniciar o trecho de subida, com curvas acentuadas, é possível comer em restaurantes de comida típica alemã.

Há também cafeterias, floriculturas, pastelarias e, quem tiver um tempo extra, pode conhecer outras estradas da região que levam a propriedades rurais, rios, pontes e córregos, por exemplo!

Armazém Dona Francisca

Armazém Dona Francisca
Armazém Dona Francisca – Foto: Alfa Dicas de Viagens

Especializado em carne de cordeiro e outros pratos típicos da serra, o Armazém Dona Francisca encanta não apenas pelo cardápio de entradas. hambúrgueres, grelhados, massas e sopas, mas também por seus cafés, tortas, quiches e empadas.

Tudo isso em meio à natureza, em um ambiente com redes, balanços e playground para as crianças.

Certamente, quem passeia pela Serra Dona Francisca não pode deixar de conhecer o local.

Fica na SC-301 (Estrada Dona Francisca, 2.812, a 4 km do posto policial de Campo Alegre).

Recantos, rios e cachoeiras

Recanto das Nascentes Divinas
Recanto das Nascentes Divinas – Foto: Field Target SC

Com natureza exuberante, Joinville é cheia de atrações para quem gosta de aventura.

São rios, cachoeiras e recantos que fazem a diversão dos visitantes principalmente no verão.

Uma das atrações é o Recanto das Nascentes Divinas, na Estrada Rio da Prata, em Pirabeiraba.

O local tem quiosques, churrasqueiras, mesas e infraestrutura para camping, chuveiros e banheiro.

O Recanto Vô Nereu, na Estrada Quiriri, 3.245, também em Pirabeiraba, é outra dica.

Há um serviço de bar e lanchonete, quiosques e churrasqueira próximo ao rio.

Gosta de acampar? o Recanto Davet tem estrutura para atender os aventureiros, mas é também uma boa alternativa para quem quer passar um dia de diversão e se refrescar no rio.

Fica na Rodovia SC 301 – km 3, na Estrada do Pico, em Pirabeiraba.

A Estrada Bonita é um dos pontos mais conhecidos do turismo rural em Joinville e o Recanto de mesmo nome, no final da rua (Estrada Bonita, 5.200, no Rio Bonito).

O local conta com rios, pontes e pequenas quedas d’água que encanta quem passa por ali.

A região também tem restaurantes, cafés coloniais, propriedades rurais abertas à visitação e pousadas.

Estrada Bonita
Estrada Bonita – Foto: Expedições Latinas

Para quem visita o Recanto Três Nascentes pode aproveitar um dia de muito contato com a natureza.

Além de um belo gramado e de espaço para praticar esportes ao ar livre, o local tem piscina, churrasqueira e mesas.

Fica na Estrada Quiriri Baixo, s/n, em Pirabeiraba.

Parque Municipal da Caieira

Em uma área de mais de um milhão de m2 a 10 km do centro da cidade está localizado o Parque Municipal da Caieira.

O complexo ambiental e arqueológico é ideal para o convívio com a natureza e o lazer contemplativo e cultural.

Portanto, o local é de preservação permanente e fica junto à Baía da Babitonga.

Além de uma fauna e flora caracterizadas pelos ecossistemas de manguezais e restingas.

No local, há um sambaqui preservado que pode ser visitado e ruínas da antiga fábrica de cal, bem perto da Lagoa do Saguaçu, como resultado, um cenário de beleza inesquecível.

O endereço é rua Waldomiro Rosa, 1.636, no bairro Ademar Garcia.

Parque Ecológico Morro do Finder

Parque Ecológico Morro do Finder
Parque Ecológico Morro do Finder – Foto: Agora Joinville

Com aproximadamente 50 mil m² de área de preservação, o parque reúne exemplares da flora e fauna da floresta atlântica, além de nascentes e bela paisagem com vista panorâmica para a Baía da Babitonga.

A pé ou de bicicleta, por exemplo. O visitante poderá andar por trilhas demarcadas passando por grutas, nascente e lagos.

O Parque Morro do Finder fica na rua Antônio Haritsch, no bairro Bom Retiro.

Castelo dos Bugres

Certamente, Joinville também é cidade para aventureiros e adeptos de trekking.

Para quem gosta de trilhas e escaladas precisa conhecer o Castelo dos Bugres, por exemplo.

É uma formação rochosa no alto da Serra do Mar, são quase 1.000 metros de altitude.

O local foi citado no livro “A Terra Oca”, de Raymond Bernardd, como uma das entradas para o centro da terra – é possível apreciar rica fauna e flora.

Já em dias claros, avista-se, além da floresta, uma grande parte da Baía da Babitonga, em São Francisco do Sul.

Para quem vai se aventurar pela primeira vez na região, o ideal é contar com o acompanhamento de guias experientes.

Parque Ecológico Caminho das Águas

Parque Ecológico Caminho das Águas
Parque Ecológico Caminho das Águas – Foto: Solotudo

Na Estrada Piraí, poste 127, no bairro Vila Nova, fica o Parque Ecológico Caminho das Águas.

Com piscinas naturais e águas refrescantes, o local conta com quiosques, área para camping bem como trilhas na mata.

Há uma taxa de entrada e, durante o verão, é necessário pagar pela locação dos quiosques.

Na baixa temporada, de abril a outubro, não há custo para utilizar as churrasqueiras e mesas.

Entretanto, o local abre sábados, domingos e feriados.

Estrada do Rio do Júlio

Na Serra Dona Francisca, em Joinville, a caminho do município de Schroeder, fica a Estrada do Rio do Júlio.

A antiga rota chama a atenção por sua beleza e, no inverno, pelo ar puro e gelado.

Seus 28 km de extensão podem ser percorridos de carro, mas é preciso atenção já que boa parte do trajeto é de trechos estreitos.

A dica é visitar a região na primavera e verão, pois é época de floração das hortênsias, sendo assim, a paisagem fica tomada por flores azuis.

Gostou das dicas sobre o que fazer em Joinville perto da natureza?

Enfim, tem alguma experiência? Compartilhe com a gente através dos comentários no final do post.

O que fazer em Joinville no feriadão? Turismo rural é uma ótima opção!

Joinville tem boas opções para quem curte turismo rural e aprecia culinária de fazenda bem como produtos coloniais bem caseiros.

Com um pouco mais de tempo, você pode curtir pousadas e hotéis da região.

Quer dicas sobre o que fazer no feriadão em Joinville?

Veja a seleção que fizemos:

Hotel Fazenda Dona Francisca

Hotel Fazenda Dona Francisca
Hotel Fazenda Dona Francisca

Para um final de semana romântico ou feriadão com a família, o Hotel Fazenda Dona Francisca é um dos destaques da região.

Afinal, o hotel conta com a classificação de cinco estrelas sem perder a simplicidade e o aconchego de uma casa de fazenda, além disso, o hotel oferece:

  • Trilhas
  • Escaladas
  • Passeios de charrete e trator
  • Passeio a cavalo
  • Bicicleta e pedalinho
  • Tirolesa e parede de escalada
  • Rapel
  • Sala de jogos
  • Piscinas e jacuzzis
  • Recreação para as crianças

Embora, a gastronomia seja outro ponto forte.

O hotel fica na Rodovia SC-418, Km 19, no alto da Serra Dona Francisca.

Refúgio Monte Olimpo

Refúgio Monte Olimpo
Refúgio Monte Olimpo

Por outro lado, paz, sossego e tranquilidade tem nome e lugar: Refúgio Monte Olimpo.

Fica em Campo Alegre, mas é tão perto de Joinville que você nem percebe.

Logo depois, no alto da Serra Dona Francisca.

O lugar em meio ao verde e à tranquilidade tem seu silêncio quebrado apenas pelo canto dos pássaros e o som da cachoeira.

O hotel é rústico, mas certamente não perder o requinte e o aconchego.

Sendo assim, vale a pena para quem quer desacelerar, ler e relaxar.

Fica na Estrada Avenquinha ao Salto, 3.201, no bairro Salto do Engenho, em Campo Alegre.

Hotel Vale das Hortênsias

Hotel Vale das Hortênsias
Hotel Vale das Hortênsias

Um local de paz e descanso envolvido pela natureza e o aconchego de uma arquitetura rústica em estilo colonial proporcionam uma bela experiência de hospedagem.

Com lareiras no inverno ou piscinas no verão, o local é ótimo para descansar e renovar as energias, por exemplo!

A fim de proporcionar uma ótima experiência, o Hotel Vale das Hortênsias oferece:

  • Piscina externa com água em temperatura ambiente
  • Ofurô externo coberto e aquecido
  • Piscina interna aquecida
  • Caiaque e pedalinho
  • Trilha ecológica
  • Campos de vôlei e futebol
  • Sala de jogos
  • Pescaria
  • Passeio de trator e bicicletas

O Hotel fica na Estrada Rio do Júlio, km 12,5, na Serra Dona Francisca.

Gostou das dicas sobre o que fazer em Joinville no feriadão?

Enfim, tem alguma experiência? Compartilhe com a gente através dos comentários no final do post.

O que fazer em Joinville em 1 dia

Não quer dormir fora de casa, mas tem tempo livre para conhecer a rotina de quem vive no campo?

Afinal, Joinville proporciona essa oportunidade também.

Confira o que fazer em apenas um dia em Joinville.

Estrada Bonita

Como o próprio nome sugere, o local é encantador.

Portanto, ao longo de um trajeto de 5 km os visitantes são surpreendidos por belezas naturais.

Bem como gastronomia e pelas histórias dos moradores descendentes de alemães que abrem suas propriedades para visitação.

Sendo assim, na região é possível também comprar produtos caseiros como cucas, pães, doces e geleias.

O local conta ainda com pousadas, restaurantes, cafés coloniais, lagos, trilhas e riachos.

Agrícola da Ilha – Jardim de Hemerocallis

Agrícola da Ilha - Jardim de Hemerocallis
Agrícola da Ilha – Jardim de Hemerocallis

A Agrícola da Ilha, maior produtora de hemerocallis do Brasil, fica em Joinville.

Portanto, de outubro a fevereiro, ocorre o Festival Brasileiro de Hemerocallis.

O evento recebe visitantes de todo o país e do exterior.

A principal atração do evento, o Jardim dos Hemerocallis exibe as flores (o popular lírio amarelo) ao ar livre, em canteiros desenhados com perfeição.

Todos os anos o espaço de 300 m² é reformulado para encantar os visitantes.

Sendo assim, embora a floração ocorra entre outubro e fevereiro, a propriedade está aberta à visitação o ano inteiro.

Fica na rua Tenente Antônio João, 4.257, bairro Jardim Sofia.

Rancho Alegre

Rancho Alegre
Rancho Alegre

É proximidade com a vida na fazenda que você procura?

O Rancho Alegre abre as portas durante a semana para alunos e escolas e, aos finais de semana e feriados, recebe outros visitantes.

Na propriedade é servido café colonial – mas você também pode fazer piqueniques.

Ainda assim, é possível passear a cavalo e pônei, conhecer a casa da árvore, visitar o pomar, museu, ver aves exóticas, ir ao rancho com cabras, ovelhas e outros animais da fazenda.

O turismo pedagógico é realizado com agendamento prévio.

As visitas abertas ao público ocorrem aos sábados, domingos e feriados, de fevereiro a dezembro, das 14h às 17h. Há cobrança de taxa de entrada.

O endereço é Estrada Piraí, 2.551, bairro Vila Nova.

Gostou das dicas sobre o que fazer em Joinville em 1 dia?

Enfim, tem alguma experiência? Compartilhe com a gente através dos comentários no final do post.

O que fazer em Joinville hoje, conheça os nossos cartões-postais.

Joinville tem cartões-postais famosos. Se você mora na cidade, certamente já conhece a maioria deles.

Quem visita, não pode perder a oportunidade de fazer belas fotos. Quer saber o que fazer em Joinville hoje?

Fique ligado nas dicas.

Pórtico e Moinho

Imagem do Pórtico de Joinville - Acesso principal da cidade
Pórtico e Moinho de Joinville

Quem visita Joinville certamente faz uma parada no Pórtico e no Moinho, bem na entrada da cidade, pela rua 15 de Novembro.

Ao lado do Parque Expoville, o local é destino certo de turistas que querem uma foto em um dos cartões-postais mais famosos da cidade.

Dessa forma, visitantes e moradores também aproveitam a passagem pelo local para conhecer o Pórtico Opa Bier, uma choperia com deck e vista para os jardins e o lago da Expoville.

Aliás, uma ótima opção para um happy hour no fim da tarde.

Rua das Palmeiras

Rua das Palmeiras
Rua das Palmeiras

Majestosa, a Rua das Palmeiras fica no centro da cidade (Alameda Brüstlein, 100) e é motivo de orgulho por sua beleza e história.

Foi criada em homenagem ao príncipe de Joinville, François Ferdinand, já que as palmeiras, contam os historiadores, eram sua árvore favorita.

O caminho de palmeiras imperiais leva direto ao casarão construído para servir à família real e também para ser a sede administrativa da então Colônia Dona Francisca.

Sendo assim, hoje, o local abriga o Museu Nacional de Imigração e Colonização.

Mercado Municipal

O Mercado Público Municipal é um lugar descontraído, para quem gosta de reunir os amigos, bater papo, tomar uma cerveja gelada, provar petiscos e curtir boa música.

Com mesas espalhadas pela praça, o local fica cheio nos finais de semana de sol.

Quem procura peixe fresco, bons temperos e especiarias também faz suas compras no Mercado, que fica na rua Ricardo Stamm Gomes, 395.

Gostou das dicas sobre o que fazer em Joinville hoje?

Enfim, tem alguma experiência? Compartilhe com a gente através dos comentários no final do post.

O que fazer em Joinville final de semana, veja as opções e divirta-se!

Quer saber o que fazer no final de semana em Joinville? A gente tem uma lista para ajudar na escolha.

Pescaria

Pesque pague
Pesque pague

Que uma boa pescaria é capaz de aliviar qualquer estresse, isso a maioria concorda. Dessa forma, em Joinville, os pesque-pague caíram no gosto popular.

No Pesque-pague Piraí, por exemplo, a ampla área verde com lagos para pescaria atrai visitantes de todos os cantos da cidade.

No restaurante são servidos peixes fritos, porções e bebidas.

Com fácil acesso e amplo estacionamento, fica na Estrada do Atalho, no bairro Vila Nova.

Outras opções são:

  • Pesque-pague Artmann – Estrada do Pico, 7.100
  • Pesque-pague Sítio Três Lagoas – Estrada do Salto 2
  • Pesque-pague Sete Lagoas – Estrada Rio da Prata

Parques aquáticos

Parques aquáticos
Parques aquáticos

Se é diversão e refresco que você procura, Joinville tem parques aquáticos para divertir crianças e adultos, com piscinas e tobogãs de todos os tamanhos.

  • Parque Aquático Water Valley – Estrada Motucas, 2.900, Vila Nova
  • Parque Aquático Wasser Park – Rua Minas Gerais, 5.000, Morro do Meio
  • Parque Aquático Cascata do Piraí – Estrada Piraí, 102, Vila Nova

Competição de kart

Para quem gosta de aventura, competição e velocidade, a dica é reunir os amigos para uma corrida de kart.

No Kartódromo Internacional de Joinville é possível fazer a locação da pista, por hora, e dos equipamentos.

Há ainda espaço para eventos. Fica na rua Dorotóvio do Nascimento, 2.290, na Zona Industrial Norte.

Choveu? Sem problemas, afinal, Joinville tem uma pista de kart indoor.

Fica na Galeria de Lojas e Serviços BIG, na rua Orestes Guimarães, 720, no bairro América.

Rua do Lazer

Rua do Lazer
Rua do Lazer

Em Joinville, espaços urbanos são compartilhados por meio de projetos como a Rua do Lazer.

Portanto, periodicamente em datas pré-definidas e divulgadas pela Prefeitura – a avenida Hermann August Lepper, logo ali, no trecho entre as ruas Dona Francisca e Itaiópolis, é fechada para o trânsito.

Sendo assim. o espaço fica liberado durante todo o dia, normalmente aos domingos, para que famílias possam desfrutar de atividades ao ar livre, caminhadas, passeio com animais de estimação, bicicletas, patins, skates e outras recreações oferecidas no local.

Feira do Príncipe

Se você gosta de artesanato, não pode perder a Feira do Príncipe, realizada periodicamente em Joinville.

O evento na Rua do Príncipe, no Centro, reúne artesãos da cidade e oferece opções de gastronomia e atrações culturais.

As atividades ocorrem das 10h às 16h, em finais de semana definidos pela Prefeitura.

Se estiver passando pelo local e perceber a movimentação, é só chegar.

Shoppings

Shopping Garten
Shopping Garten

Além de um comércio de rua bem diversificado, Joinville conta com bons shoppings para quem curte fazer compras, ir ao cinema ou, simplesmente, saborear as delícias servidas nas praças de alimentação.

No centro da cidade, as opções são o Shopping Mueller Joinville (rua Senador Felipe Schmidt, 235) e o Shopping Cidade das Flores (rua Mário Lobo, 106).

No bairro Bom Retiro, pertinho do Campus Universitário, fica o Garten Shopping (avenida Rolf Wiest, 333).

Gostou das dicas sobre o que fazer em Joinville final de semana?

Enfim, tem alguma experiência? Compartilhe com a gente através dos comentários no final do post.

Memória, Arte e Cultura

Primeiramente, Joinville é uma cidade cultural.

O calendário de eventos anuais inclui shows locais e nacionais, espetáculos de teatro, apresentações de dança, canto coral, exposições de arte, contação de histórias e outras inúmeras atrações.

Os museus também revelam importantes detalhes sobre a história da cidade e curiosidades sobre povos, culturas e tradições.

Portanto, programe-se e conheça alguns destes locais:

Cidadela Cultural Antarctica

Antiga cervejaria, o prédio que hoje abriga órgãos públicos e o Galpão de Teatro da Ajote é um dos pontos de encontro dos artistas da cidade.

Aliás, é na Cidadela Cultural Antarctica que ocorre o Verão Teatral, um festival que recebe companhias de teatro de Joinville e de outras regiões, além de espetáculos musicais e encontros culturais.

Basta ficar de olho na programação e prestigiar. Fica na rua 15 de Novembro, 1.383, no bairro América.

Museu de Arte

Museu da Arte de Joinville
Museu da Arte de Joinville

Inaugurado em setembro de 1976, o Museu de Arte de Joinville é um dos mais famosos da cidade.

Além de documentar, estudar e conservar obras de arte, o casarão – que foi a residência do primeiro prefeito de Joinville – tem um jardim encantador, aberto eventualmente para eventos culturais.

Fica na rua 15 de Novembro, 1.400, no bairro América.

Museu Nacional de Imigração e Colonização

Museu Nacional de Imigração e Colonização
Museu Nacional de Imigração e Colonização

Já na rua Rio Branco, 229, no Centro, fica o Museu Nacional de Imigração e Colonização.

Portanto, o local guarda objetos, memórias e histórias da imigração no sul do Brasil e da fundação de Joinville.

Os visitantes podem conhecer o casarão principal, tombado pelo antigo Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (atual IPHAN) em 1939.

O complexo conta ainda com o galpão de tecnologia patrimonial, com uma arquitetura que remete à técnica enxaimel e conta com um acervo de exemplares de engenho de farinha, engenho de erva-mate, moenda de cana-de-açúcar, canoa e carro de boi, além de instrumentos dos ofícios e outros objetos.

Já o galpão de transportes, aberto ao público em 2007, abriga carroças, carrinhos de mão e acessórios de montaria, carros fúnebres e carroções.

Por outro lado, uma das atrações é a casa enxaimel nos fundos do museu e que recria a moradia comum entre grande parte dos imigrantes de classe média de Joinville entre o do final do século 19 e início do século 20.

Outros museus em Joinville

  • Museu Arqueológico de Sambaqui – rua Dona Francisca, 600, Centro
  • Museu Casa Fritz Alt – Servidão Fritz Alt, Rua Aubé, s/nº – Boa Vista
  • Museu de Arte Contemporânea Luiz Henrique Schwanke – rua 15 de Novembro, 1.383, bairro América
  • Museu Nacional do Corpo de Bombeiros – rua Jaguaruna, 13, Centro
  • Estação da Memória, Memorial da Bicicleta e Museu do Ferro de Passar – antiga Estação Ferroviária, rua Leite Ribeiro, s/n, Praça Monte Castelo, bairro Anita Garibaldi

Instituto Internacional Juarez Machado

Instituto Internacional Juarez Machado
Instituto Internacional Juarez Machado – Foto: André Kopsch

Inaugurado em 2014, o Instituto Internacional Juarez Machado certamente, é um espaço para pensar, aprender, apreciar e expor obras de arte.

Conta com inúmeras atividades culturais e espaço para exposições, como, cursos, palestras e debates, além de um acervo de obras do artista Juarez Machado.

A casa principal abriga o setor administrativo, de pesquisa e educativo, além de um atelier cenográfico do artista.

O complexo abriga ainda o pavilhão de exposições, biblioteca, cafeteria e um belo jardim.

Quem vai de bicicleta não paga entrada. A entrada às quartas-feiras também é gratuita. Fica na rua Lages, 994, bairro América.

Casa da Memória e Cemitério do Imigrante

Antiga residência do então coveiro do Cemitério Protestante, a Casa da Memória foi criada em 1984.

Sendo assim, a instituição tem como objetivo promover reflexões a respeito das memórias do município e da importância da preservação do patrimônio cemiterial.

Também no local, na rua 15 de novembro, 1.000, no Centro, fica o Cemitério do Imigrante.

O primeiro sepultamento ocorreu em dezembro de 1851 e o cemitério funcionou até 1913.

Nele estão sepultados mais de 2 mil imigrantes e seus descendentes, em cerca de 490 sepulturas.

Escola do Teatro Bolshoi

Escola do Teatro Bolshoi
Escola do Teatro Bolshoi

Em funcionamento desde março de 2000, a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil é a única filial do famoso Teatro Bolshoi da Rússia.

Dedicada à formação de artistas da dança, recebe alunos do país e do exterior.

A escola realiza visitas monitoradas de segunda à sexta-feira, em dois horários: 10h e 14h30, com cobrança de ingresso.

Fica na avenida José Vieira, 315, no bairro América.

Conhecimento, História e Literatura

Se você gosta de ler e se interessa pela história, certamente, Joinville tem boas opções.

A tradicional Biblioteca Pública Municipal fica no centro da cidade, na rua Comandante Eugênio Lepper, 60.

Já os documentos históricos e fotos antigas estão guardados no Arquivo Histórico, na avenida Hermann August Lepper, 650, no bairro Saguaçu.

Ao lado ficam a Casa da Cultura e a Galeria Municipal de Arte Victor Kursancew (rua Dona Francisca, 800, Saguaçu), um espaço de cursos, eventos, exposições e workshops.

Bons sebos e livrarias

Para quem busca livros, CDs, publicações antigas, revistas em quadrinhos e até vinil vai se surpreender com o acervo da Livraria O Sebo (rua Dr. João Colin, 572, Centro).

Também no Centro, na rua Engenheiro Niemeyer, 66, fica a Sebo Universo Cultural e na rua Henrique Meyer, 61, o Barba Ruiva Livros e Discos.

Além de discos em vinil e livros novos e usados, a casa oferece cafés e refeições veganas em um ambiente intimista.

Nos shoppings Mueller e Garten, os visitantes encontram livros, material de papelaria, CDs, DVDs e artigos para presente nas lojas da Livrarias Curitiba.

Na rua Dr. João Colin, 475, no Centro, fica A Página Livrarias, com um piano café anexo.

O que fazer em Joinville em dias de sol

O que fazer em Joinville em dias de sol
O que fazer em Joinville em dias de sol

Joinville não tem praias com mar muito próprio para banho, mas opções não faltam para quem aprecia frutos do mar e a brisa que vem do litoral.

Banhada pela Baía da Babitonga, a cidade oferece restaurantes especializados em gastronomia típica do litoral e opções de passeios de barco e esportes náuticos.

Uma excelente dica sobre o que fazer em Joinville em dias de sol, não é mesmo?

Porta do mar

Porta do mar
Porta do mar

No final da rua Prefeito Baltazar Buschle, no bairro Espinheiros, fica o Parque Porta do Mar.

Por lá, os visitantes podem curtir o visual da Lagoa do Saguaçu e ainda assim experimentar as delícias servidas nos bares e restaurantes da região.

Há um trapiche, praça e deck com lanchonetes, sorveterias e pizzarias, algumas com música ao vivo.

Também é possível alugar embarcações para pesca e turismo.

Barco Príncipe

Barco Príncipe
Barco Príncipe – Foto: Jopavi Turismo

É também do Espinheiros que sai o Barco Príncipe.

O tour pela Baía da Babitonga até a cidade histórica de São Francisco do Sul começa às 10h30, com retorno por volta das 15 horas.

A embarcação tem três andares e capacidade para 350 passageiros.

O almoço é servido a bordo.

No verão, é um passeio bastante procurado por joinvilenses e turistas, por isso o ideal é comprar os bilhetes com antecedência e garantir o lugar.

Vigorelli

  • Vigorelli - Joinville
  • Vigorelli - Joinville

A região da prainha do Vigorelli, no bairro Cubatão, nos fundos do Aeroporto de Joinville, atrai visitantes principalmente durante o verão ou em dias ensolarados.

O local tem petisqueiras e restaurantes especializados em frutos do mar, mas nem todos aceitam cartões de débito ou crédito porque o sinal de internet ainda é um problema por lá.

Por isso, para evitar qualquer contratempo, leve dinheiro para pagamento em espécie.

Os ambientes rústicos não tiram o charme do local, que serve também como ponto de partida para quem deseja conhecer a Vila da Glória, do outro lado da Baía da Babitonga.

A travessia é feita por balsa (ferryboat), com partidas em vários horários do dia.

Vila da Glória

Na Vila da Glória, do outro lado do Vigorelli, ficam as praias e cachoeiras, como a da Serrinha e do Casarão.

Certamente, o local encanta os visitantes.

Além das riquezas naturais, a região tem outro ponto forte como: a gastronomia. Restaurantes à beira-mar costumam lotar no verão.

Gostou das dicas sobre o que fazer em Joinville em dias de sol?

Enfim, tem alguma experiência? Compartilhe com a gente através dos comentários no final do post.

Eventos anuais

Nem todas as atrações joinvilenses estão disponíveis o ano inteiro.

Se você mora na cidade, já conhece o calendário.

Se vem a passeio, não deixe de visitar a cidade nos meses em que são realizados os grandes eventos sazonais.

Para ajudá-lo no planejamento, nós preparamos uma lista sobre o que fazer em Joinville uma vez por ano, vamos lá?

Festival de Dança de Joinville

Festival de Dança de Joinville
Festival de Dança de Joinville – Foto: Folha

Em julho, companhias de dança, bailarinos, coreógrafos e professores de todo o Brasil e do exterior tem encontro marcado em Joinville.

A cidade se transforma para o Festival de Dança, um evento já consolidado por sua tradição, profissionalismo e pluralidade dos participantes.

Sendo assim, o público costuma lotar o Centreventos Cau Hansen nas Noites Competitivas, de Gala e dos Campeões.

Durante o dia, ocorrem apresentações no Festival Meia Ponta (no Teatro Juarez Machado) e nos palcos abertos, montados em praças, shoppings, fábricas, hospitais e bairros.

Certamente, a Feira da Sapatilha é outro destaque da programação.

Além disso, o Festival oferece cursos e oficinas, workshops, seminários de dança, projetos comunitários, palestras e debates.

Festa das Flores

Festas das Flores em Joinville
Festas das Flores em Joinville – Foto: Hotel Urbano

Há oito décadas, sempre em novembro, Joinville vira um imenso jardim.

É a Festa das Flores, realizada no Centro de Convenções e Exposições da Expoville.

A mais antiga festa do gênero no Brasil encanta o público com suas milhares de orquídeas, flores e plantas ornamentais.

O evento tem ainda uma extensa programação cultural, como: apresentações musicais, artísticas, dança e outras atrações.

Feira do Livro

Feira do Livro
Feira do Livro – Foto: Palavra Livre

É em junho que os apaixonados por literatura se reúnem em Joinville.

Certamente, a Feira do Livro, que ocorre no Centreventos Cau Hansen, já faz parte do calendário de eventos da cidade.

Durante dez dias passam por aqui autores famosos, escritores locais, professores, estudantes e milhares de leitores.

Na programação, sessões de autógrafos, palestras, oficinas literárias, contação de histórias, apresentações teatrais, encontro com autores, lançamentos de livros e muitas, muitas editoras com estandes de livros à venda.

Bierville

Em outubro, na Expoville, ocorre a BiervilleFesta da Cerveja de Joinville.

Além do festival de cervejas artesanais, os destaques são a gastronomia típica, bandas de música alemã, espaço kids, brinquedos infláveis e muita diversão.

Portanto, vale a pena conferir.

Stammtisch

Stammtisch Joinville
Stammtisch Joinville – Foto: FCDL/SC

Um cidade tradicionalmente germânica não seria a mesma sem suas edições do Stammtisch.

O encontro de amigos já se consolidou em nossa cidade.

Um dos mais tradicionais e prestigiados é o Stammtisch Joinville, realizado na Via Gastronômica pela Câmara de Dirigentes Lojistas.

Durante todo o dia, normalmente em um sábado do mês de outubro, milhares de pessoas costumam passear pelo local onde grupos de amigos montam suas barracas com muito chope e comida farta.

O evento também tem atrações culturais, como: bandas, venda de artesanato e acessórios típicos germânicos.

Além do evento organizado pela CDL, outras iniciativas ocorrem na cidade durante o ano.

Pirabeiraba também já tem seu Stammtisch tradicional.

Portanto, fique de olho nas divulgações feitas pelos organizadores, agende-se e aproveite.

Expogestão

Reconhecida por suas festas típicas e pelas belezas naturais, Joinville se destaca também quando o assunto é turismo de negócios.

Além das grandes feiras setoriais, a cidade realiza há mais de dez anos a Expogestão, um dos maiores eventos corporativos do país.

Em maio, líderes empresariais e gestores se reúnem na Expoville para trocar experiências e atualizar tendências, alinhando o pensamento à prática da gestão.

A cada nova edição, uma ampla grade de palestras com temas atuais oferece aos congressistas excelentes oportunidades de conhecimento.

Além do Congresso, workshops e seminários, a Expogestão realiza a Feira de Produtos e Serviços, um espaço ideal para aprimorar o relacionamento e prospectar negócios.

Gostou das dicas sobre o que fazer em Joinville uma vez por ano?

Enfim, tem alguma experiência? Compartilhe com a gente através dos comentários no final do post.

O que fazer em Joinville à noite

O que fazer em Joinville à noite
O que fazer em Joinville à noite – Bovary

A vida noturna pode ser bem divertida em Joinville, afinal, diversão nunca é de mais, não é mesmo?

Há opções como: bares, restaurantes, choperias, pizzarias, churrascarias, pubs, bistrôs.

Além de cozinhas internacionais, especializadas em gastronomia oriental, árabe, australiana, germânica, italiana, mexicana, portuguesa, espanhola, francesa e, é claro, brasileira.

Ficou em dúvida sobre o que fazer em Joinville à noite?

Confira algumas indicações, mas lembre-se: uma volta atenta pela cidade ou uma conversa com os amigos e, certamente, outras centenas de boas opções vão surgir para agradar o seu paladar.

Via Gastronômica

Via Gastronômica de Joinville - Foto: Slide Pizza
Via Gastronômica

A rua Visconde de Taunay, no Centro, é um dos points da gastronomia em Joinville.

Por lá ficam o Biergarten Chopp e Cozinha, Chimarrão Churrascaria, Didge Australian Pub, Guacamole, Kibs Cozinha Árabe, Madrileño Bar, La Padocca, Nhac Temaki, Pizza na Pedra, Slice Pizza, Zum Schulach e outros.

Tour gastronômico

A lista de bons restaurantes em Joinville é imensa.

Na Rua Max Colin ficam o Parque Opa Bier, com restaurantes como o Niu Sushi, e também inúmeros outros bares e restaurantes, entre eles o Blu Bar, Alles Picanha, Barão Chopp – Cozinha e Conversa, Hamburguês, Capitão Space e Pizzaria do Fritz.

Sendo assim, basta dar uma volta e escolher o seu lugar preferido.

Polinésia e Pedrinni são boas dicas para quem gosta de frutos do mar.

O Poial Tropeiro vai satisfazer o paladar de quem aprecia boas carnes.

Se a preferência é comida italiana, a Cantina Borgonovo e o Fornão são tradicionais, além do Itália Massas e Pizzas.

Tem ainda o Santa Mistura, Umami Japanese Food, Origens Gastronomia, Mercearia Sofia, Adega Don Maximiliano e outras centenas de bons lugares para uma refeição com estilo.

Cervejarias e bares

Cervejarias e bares
Cervejarias e bares

Por outro lado, Joinville é destaque também quando se fala em cervejarias artesanais.

O negócio vem crescendo e, é claro, deixando o dia a dia dos apreciadores da bebida muito mais animado.

Cervejarias para visitar

Zeit Cervejaria (avenida Edgar Nelson Meister, 282), aberta aos sábados para receber o público. Uma vez por mês há eventos com parceiros locais da gastronomia, artesanato e cervejarias convidadas.

A Volksbier, fundada em 2010, tem um pub anexo à cervejaria (rua Bagé, 709). Na loja da fábrica é possível comprar cervejas e outros souvenires da marca.

Tem também o Mad Dwarf Brewpub (rua Ottokar Doerffell, 1.112), com mais de 40 torneiras de chope artesanal, quase todas produzidas pelo Brewpub.

Na Haenschbier, onde fica o Haensch Bar (rua Arnaldo Moreira Douat, 444), a temática da cervejaria é toda militar e o local lembra um galpão do exército.

A Opa Bier tem mais de dez pontos de venda em Joinville e no litoral.

Para reunir os amigos e degustar as cervejas e chopes da marca, há opções como o Botequim Opa, Pórtico Opa Bier, Garagem Opa Bier e Parque Opa Bier, este na rua Max Colin, 1.589.

Um pouco mais afastado do centro e pertinho da natureza fica a cervejaria GutBrau, aberta ao público todos os finais de semana e feriados com entrada gratuita (Estrada Motucas, 3122).

Com ampla área verde, restaurante e mesas ao ar livre, o local tem música ao vivo e é perfeito para uma tarde com os amigos, crianças e pets.

Mas não é só isso! Além das cervejarias, Joinville tem boas opções de bares, portanto, confira:

Bares mais frequentados de Joinville

  • Botequim Barão, rua Aquidaban, 451
  • Bovary Joinville, rua Visconde de Taunay, 166 – Instagram
  • Albergue General Store, rua Edgar Schneider, 29 – Instagram
  • The Old McGallagher Iris Pub, rua João Colin, 376 – Instagram
  • Clover Pub, rua Otto Boehm, 356 – Instagram
  • Mosteiro Pub, rua Max Colin, 776 – Instagram
  • Dr. Buteco, rua Dr. João Colin, 1147 – Instagram
  • Santo Goró Botequim, rua Camboriú, 363 – Instagram
  • Casa 97, rua Arco-íris, 97 – Instagram

Bovary Joinville

Os fãs de rock n’roll têm destino certo em Joinville.

Com música ao vivo, gastronomia, cerveja sempre gelada e snooker, o Bovary Joinville é ponto de encontro na cidade para quem aprecia a cultura do rock.

Fica na rua Visconde de Taunay, 166, no Centro.

Didge Joinville

Didge Joinville
Didge Joinville – Foto: Gastronomia Joinville

Com toda a descontração de um pub, o Didge (rua Visconde de Taunay, 368, no Centro) é um pedacinho da Austrália no Brasil.

Típico steakhouse australiano, o local oferece uma culinária diferenciada, como carnes nobres, pratos exóticos e deliciosos hambúrgueres, além de uma carta de variadas cervejas, chope e drinks.

Burn Out Muscle Bar

  • BurnOut Muscle Bar
  • BurnOut Muscle Bar
  • BurnOut Muscle Bar

Quem gosta de reunir os amigos, por exemplo! Precisa conhecer o Burn Out Muscle Bar.

Com mesas ao ar livre e música ao vivo, o local é perfeito para eventos, bem como confraternizações com os amigos e a família.

O endereço é rua Ottokar Doerffel, 841, no bairro Anita Garibaldi.

Gostou das dicas sobre o que fazer em Joinville à noite?

Enfim, tem alguma experiência? Compartilhe com a gente através dos comentários no final do post.

O que fazer em Joinville em dias de chuva

Cafeterias, empadas e pasteis
Cafeterias, empadas e pasteis – Foto: Secretto Café

Embora, chova bastante em Joinville, temos algumas opções!

Como assim? Choveu e você não sabe o que fazer?

Além disso tudo que citamos, a gente indica excelentes opções para você fazer em Joinville em dias de chuva.

Principalmente se for uma tarde fresquinha, ideal para um café ou para provar as tradicionais empadas ou pastéis servidos na região.

Portanto, anote aí:

Empadas e pasteis tradicionais

  • Empadas Yerke – rua João Colin, 393, Centro
  • Empadas Hasselmann – rua Bento Gonçalves, 732, Glória
  • Max Moppi Pastelaria – rodovia SC 418 Km 05, 5.743, em Pirabeiraba
  • Pastelaria Rio da Prata – SC-418, 6, em Pirabeiraba

Cafeterias e cafés coloniais

  • Ah! Cucaria – rua Lages, 626 – sala 8, Centro
  • Amigo Paul Café Bistrô – rua Ministro Calógeras, 840, Centro
  • Amigo Paul Café Bistrô – rua Ministro Calógeras, 840, Centro
  • Avelã Delicatessen – rua Fernando de Noronha, 204, Atiradores
  • Bakken Café Bar – rua Dr. João Colin, 1.567, América
  • Blury Bakery – rua Rolf Colin, 109, América
  • Brothaus Pães & Doces – rua Max Colin, 1.828, América
  • Café Paris Joinville – SC-418, km 3, nº 16.444, Pirabeiraba,
  • Café Rural Família Roos – Estrada Comprida, 1.200, Vila Nova
  • Confeitaria Amor e Canela – rua Dr. João Colin, 1.893, América
  • Confeitaria São José – Av. Getúlio Vargas, 328, Anita Garibaldi,
  • Confeitaria XV – rua 15 de Novembro, 3.087, Glória
  • Delikatessen Viktoria – rua Senador Felipe Schmidt, 400, Centro
  • Doce Beijo – rua Aquidaban, 330, Glória
  • Doce de Cuca Café Colonial – rua General Andrade Neves, 192, América
  • Doce Encanto Confeitaria – rua Benjamin Constant, 258, América
  • Gute Küche – rua Eugênio Ernesto Kunde, 1.100, Pirabeiraba
  • Hotel Holz Café Colonial – rua 15 de Novembro, 4.195, Glória
  • Le Rustique Pães Artesanais e Café – rua Presidente Campos Sales, 75, Glória
  • Liquori Caffè Gourmet – avenida Rolf Wiest, 333 loja L14A – Garten Shopping
  • Pães e Doces ECatarina – rua Otto Boehm, 856, América
  • Quinta de Olivares Casa Portuguesa – rua Orestes Guimarães, 480, sala 03 – Condomínio Elisa – Centro
  • Secretto Café – rua Tuiuti, 2.160, Aventureiro

Gostou das dicas sobre o que fazer em Joinville em dias de chuva?

Enfim, tem alguma experiência? Compartilhe com a gente através dos comentários no final do post.

Conclusão sobre o que fazer em Joinville

Ufa, um roteiro e tanto!
Ufa, um roteiro e tanto!

Viu só quanta coisa boa a cidade sede da Incorposul tem a oferecer para quem mora aqui ou está de férias ou a passeio?

Enfim, tem litoral, montanha, aventura, muita natureza, eventos de repercussão nacional e internacional, festas típicas e restaurantes para satisfazer os paladares mais exigentes!

Joinville é assim!! Uma cidade cheia de surpresas, encantos, museus, muita cultura, shoppings, livrarias, cinemas.

Tudo o que você imaginar, aqui tem.

Portanto, escolha seu programa favorito, chame os amigos, a família, as crianças e aproveite.

A cidade tem opções para dias de sol e de chuva, ao ar livre ou não, longe ou perto do mar e da serra.

Não fique parado. Joinville está a sua espera!!

Então, gostou da nossas dicas sobre o que fazer em Joinville? Quer compartilhar alguma experiência? Escreva nos comentários. 😉

Ei, se você gostou, compartilhe esse post!

6 respostas para “O Guia Completo sobre o que fazer em Joinville com + de 50 dicas”

    • Olá, Byanca.

      Ficou legal, né? A ideia é realmente fazer um guia bem bacana para a cidade, para todos os perfis de pessoas.

      Obrigado pela sua interação!

  1. Artigo muito aprofundado, recomendo!

    A experiência de leitura é ainda melhor por causa do índice, ajuda bastante a navegar pelos conteúdos de maior interesse.

  2. Amei o artigo! Anotado alguns lugares que me despertou interesse e pretendo conhecer!
    Aprazível a iniciativa, parabéns Incorposul!

    • Olá, Beatryce.

      Que bom, muito obrigado pela sua interação.
      Quando conhecer alguns desses lugares, compartilhe com a gente, tá?

      Até mais!

Compartilhe a sua opinião com a gente!